Blog / Notícias

Coletivos que passam pela Ponte Rio-Niterói terão a opção de não fazer paradas na Ilha de Mocanguê

Medida passa a valer a partir de 15 de novembro, busca melhorar as condições de tráfego e segurança na via e não terá redução do número de coletivos.

A partir de domingo (15/11), os usuários dos ônibus que trafegam pela Ponte Rio-Niterói terão a opção de passar direto pelo ponto da Ilha de Mocanguê. A medida faz parte de uma parceria entre a concessionária Ecoponte, Polícia Rodoviária Federal, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Detro, Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Setrerj) e Fetranspor, com o objetivo de melhorar a fluidez no trânsito e a segurança na via. Os coletivos que farão embarque e desembarque no local terão um selo de identificação com cerca de 35 cm afixado no parabrisa dianteiro, no canto inferior à direita.

A mudança contemplará as linhas que ligam os municípios de Niterói, Maricá, São Gonçalo Rio Bonito e Itaboraí à capital e Baixada fluminense. Os passageiros que usam os pontos do Mocanguê (um no sentido Rio e outro no Niterói) deverão observar, antes de embarcar, se o coletivo passará pelo local identificando pelo adesivo.

De acordo com Júlio Amorim, gerente de Atendimento ao Usuário da Ecoponte, a iniciativa busca melhorar o trânsito na chegada ao ponto, que tem a fluidez comprometida nos horários de rush – durante a manhã em direção ao Rio, e à tarde no sentido Niterói.

“As linhas que possuem menor intervalo terão as saídas intercaladas. Ou seja, um ônibus fará embarque e desembarque no Mocanguê e o outro seguinte, da mesma linha, seguirá direto”, conta.

Segundo o Superintendente da Setrerj, Márcio Barbosa, estes coletivos farão viagens mais rápidas, pois não precisarão parar na pista lateral, beneficiando os passageiros que não fazem o transbordo no local. De acordo com Márcio, não haverá suspensão de nenhuma linha de ônibus e as linhas que possuem intervalos maiores continuarão parando normalmente.

A PRF será responsável pela fiscalização do cumprimento da nova regra a partir do dia 15. O chefe da 2ª Delegacia da PRF, inspetor Daniel Cerqueira, explica que a ação vai ao encontro de outras iniciativas que visam aumentar a segurança de todos que trafegam pela Ponte.

“Esperamos que a medida contribua para a diminuição de acidentes e para a fluidez da rodovia, assim como as operações com radares móveis e as fiscalizações da Lei Seca, que têm sido realizadas com frequência”, completa Cerqueira.

De acordo com o presidente do Detro, Carlos Luiz Martins, o Departamento, assim como a PRF, vai acompanhar de perto a redução da frota de ônibus intermunicipal no ponto do Mocanguê, fiscalizando o cumprimento por parte das empresas e auxiliando a orientar os passageiros. “A medida tem como principal ganho a melhoria da fluidez na Ponte Rio-Niterói, sem, no entanto, deixar de atender a população que precisa embarcar no local. Esta é uma etapa de avaliação, podendo ocorrer ajustes, caso necessário”, conclui.

Divulgação

Para informar a todos os passageiros sobre a alteração, estão previstas exposição de material informativo no interior dos coletivos e divulgação da medida nas redes sociais e nos sites das empresas envolvidas. O objetivo é facilitar a adaptação de usuários e motoristas ao novo sistema.

Ampliação das pistas

As melhorias na fluidez do tráfego contarão com mais uma medida importante. Até o segundo ano de concessão (maio de 2017), a Ecoponte fará ampliação dos pontos de ônibus na Ilha de Mocanguê, nos dois sentidos. Com as intervenções no Mocanguê, até quatro coletivos poderão acessar os pontos, beneficiando o ordenamento dos veículos na região.

Confira abaixo a lista das linhas de ônibus que terão a opção de não parar no Mocanguê:

NUMERO LINHA VISTA DA LINHA EMPRESA
775 D Charitas – Gávea  (Via Lapa/Praia de Botafogo) 1001
1760D Charitas – Gávea  (Via Lapa/Praia de Botafogo) 1001
1910D Itaipu – Castelo ( Integração ) 1001
2905D Charitas – Castelo ( via Aeroporto Santos Dumont ) 1001
1910D Piratininga – Castelo 1001
1910D Castelo – Itaipu 1001
1900D Charitas – Galeão ( Via terminal Rodoviário Novo Rio) 1001
760/761D Aeroporto Internacional – Charitas ( Via cidade Universitária) 1001
1760D Aeroporto Internacional – Charitas ( Via cidade Universitária ) 1001
750/751D Charitas – Gávea ( via Túnel Santa Bárbara ) 1001
2750D Charitas – Gávea ( via Túnel Santa Bárbara ) 1001
1750D Charitas – Gávea ( via Túnel Santa Bárbara ) 1001
1905D Charitas – Castelo ( via Ingá e Aeroporto Santos Dumont ) 1001
740D Charitas – Ipanema 1001
702M Barreto – São Cristovão ABC
702T Niterói – São Cristovão ABC
740D Charitas – Ipanema Braso Lisboa
2110 SÃO GONÇALO X CASTELO Coesa
4110 SÃO GONÇALO X CASTELO Coesa
110 SÃO GONÇALO X PASSEIO Coesa
2545 ALCÂNTARA X CASTELO Coesa
4545 ALCÂNTARA X CASTELO Coesa
545 ALCÂNTARA X CANDELÁRIA Coesa
535 ALCÂNTARA X ESTÁCIO Coesa
426 SÃO GONÇALO X ESTÁCIO Coesa
2423 SÃO GONÇALO X VILA ISABEL Coesa
423 SÃO GONÇALO X VILA ISABEL Coesa
428 SÃO GONÇALO X VILA ISABEL (UERJ) Coesa
718D Alcântara – Madureira Fagundes
721D Alcântara – Botafogo Fagundes
4721D Alcântara – Candelária Fagundes
521D Alcântara – Castelo Fagundes
2721D Alcântara – Botafogo Fagundes
708D Tribobó – Madureira Fagundes
719D Alcântara – Madureira Fagundes
540D Santa Isabel – Estácio Fagundes
722D Castelo – Monjolos Fagundes
724D Castelo – Marambaia Fagundes
726D Castelo – Santa Luzia Fagundes
6721D Apolo III – Castelo Fagundes
10721D Santa Isabel – Castelo Fagundes
8721D Santa Isabel – Botafogo Fagundes
520 ALCANTARA – ESTACIO Galo Branco
2520 ALCANTARA – ESTACIO Galo Branco
565D Santa Rosa – Passeio Garcia
703D Santa Rosa – Vila Isabel Garcia
703D/A Santa Rosa – Vila Isabel Garcia
709D Charitas – Candelária Garcia
750D Santa Rosa – Estácio Garcia
725-D FONSECAxSÃO CRISTÓVÃO INGÁ
730/731-D CHARITASxCASTELO (VIA FONSECA) INGÁ
1730 CHARITASxCASTELO (VIA FONSECA) INGÁ
100D Niterói – Castelo Mauá
101D Niterói – Candelaria Mauá
424D Alcântara – Campo Grande (via Água Branca) Mauá
424D Alcântara – Campo Grande (via Água Branca) Mauá
425D Alcântara – Campo Grande (via Vila Militar) Mauá
425D Alcântara – Campo Grande (via Vila Militar) Mauá
533D Alcântara – Meier Mauá
533D Alcântara – Meier Mauá
534D Alcântara – Piedade (via UGF) Mauá
4146D ITAIPUAÇU X CASTELO N. S. AMPARO
146D MARICA X  CASTELO N. S. AMPARO
2146D MARICÁ X CASTELO N. S. AMPARO
2590R PONTA NEGRA X CASTELO N. S. AMPARO
578D PONTA NEGRA X CASTELO N. S. AMPARO
543D ANAIA X CANDELÁRIA N. S. AMPARO
770 ITAIPU X CANDELARIA Pendotiba
771 RIO DO OURO X CANDELARIA Pendotiba
1920D RIO DO OURO X CASTELO Pendotiba
4925D Castelo – Rio Bonito Rio Ita
MB17 Rio Bonito – Praça XV Rio Ita
565D Praça XV – Venda das Pedras Rio Ita
2926D Castelo – Vendas das Pedras Rio Ita
2925D Rio Bonito – Castelo Rio Ita
566D Manilha – Praça XV Rio Ita
2930D Niterói – Duque de Caxias Rio Minho
141C Niterói – Duque de Caxias Rio Minho
2931D Duque de Caxias – São Gonçalo Rio Minho
2940D Niterói – Nova Iguaçu Rio Minho
143C Niterói – Nova Iguaçu Rio Minho
2941D Niterói – Nova Iguaçu Rio Minho
Categoria: EcoRodovias. Compartilhe: permalink.

2 Responses to Coletivos que passam pela Ponte Rio-Niterói terão a opção de não fazer paradas na Ilha de Mocanguê

  1. Vitor

    AEEEE…
    Até que enfim alguém que ”manda” pensou!!!!!

  2. Matilde Oliveira

    Gostaria de parabenizar a EcoPonte pela iniciativa.

    Também acredito que esta ação irá contribuir de forma eficaz para uma melhor fluidez do trânsito. Já perdi as contas de quantas foram as vezes fiquei parada na fila para entrada em Mocangue sem que um único passageiro embarcasse ou desembarcasse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>